Aaah que saudade que dá…


Cá estou eu novamente tentando através de palavras, descrever o que sinto, se eu dizer que estou bem, não sei se estaria mentindo. Hoje é domingo, 24 de maio de 2015, e cá estou eu reservada à minha insignificância trazendo à tona nostalgias que não deveriam existir, mas que estão aqui comigo. Domingos, eram os dias que não nos preocupávamos com nada, se fechar os olhos posso sentir o cheiro de seu cobertor, do seu travesseiro que eu sempre reclamava que tampava meus ouvidos, rs. Posso sentir o cheiro do seu colo, aaah como era bom.  Não me permito te procurar, sei que seu estado é contrário ao meu, sei que você está bem dentro do seu mundo com suas prioridades, sua rotina ou simplesmente sua vontade de ficar reservado em sua casa, vendo seu jogo e jogando seu vídeo game. Nossa. Parece até mentira, mas até isso me faz falta… Sim. Me faz falta até lhe ver me trocar por aquele jogo que eu sempre dizia o quão violento e banal era. Aaah que falta que eu sinto dos filmes que víamos nos domingos, que se me perguntarem o nome de algum deles, não vou saber dizer, por que a única coisa que me interessava era sua companhia, as mãos bobas embaixo das cobertas. Aaaah que saudade que dá.

Karina Boldoro


Texto escrito em 24 de maio de 2015 – 16:05

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s