Certa vez quis sumir…



Vez em quando a vontade de sumir é maior que tudo, depois em alguns momentos a vontade de viver supera. Outras vezes quero tudo que tiver ao meu alcance e até o que não está, em outras só quero um cantinho silencioso para eu repousar minhas lamúrias. Sou o mais e o menos, unidos de mãos dadas. Hoje quero a paz de um colo quente e certo de que é meu, amanhã posso querer aventurar-me em cada esquina, tomando bocas e amores que acabam ao amanhecer. tumblr_lg3c5o4pxg1qgrmd1o1_500 (1)Não sou boa com sentimentos, mas os tenho em massa. Passo horas tentando entender o inexplicável e ignorando o mais provável. Finjo não enxergar meus erros na ânsia, de numa tentativa desastrada, tornar acerto um erro tão gasto. Fico dias a me perguntar quem sou eu e ao mesmo tempo ando nas ruas com um orgulho que não cabe em mim. Vivo à procura de algo que não sei o que é. Sou chuva e sol. Sou calmaria e tempestade. Sou tudo e nada. Tenho como escudo sonhos bobos e como ataque um olhar profundo que denuncia sempre minhas tentativas sem sucesso de tentar me convencer que sou exatamente aquilo que sempre quis ser.

Karina Boldoro


7 comentários sobre “Certa vez quis sumir…

  1. Ih, não tem como! sempre haverá um momento o qual não estaremos nos sentindo bem conosco e vamos desejar realmente sumir. Mas depois a vontade passa, a página vira e a gente continua levando 😉
    ótimo texto, você escreve bem 😀
    beijinho, Lê.

    osbeneficiosdebebercafe.wordpress.com ~ meu blog é novo, se puder fazer uma visitinha, ficaria muito feliz xD obrigado!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s