Vivendo no limite da tolerância…



Sempre fui devota da positividade, porém assumo que atualmente ser otimista não tem sido fácil. As pessoas andam desenvolvendo um repúdio umas pelas outras, o qual não entendo, apesar de fazer parte desse grupo. Viver no limite da tolerância, no limite da paciência, ouvir e não ouvir de fato, são atividades típicas que causam um mau imenso. Posso até me arriscar a dizer que muitos sentem medo e até esquecem como é se sentir feliz sendo espontâneo, pois muitas das vezes se escondem atrás de uma máscara triste e ranzinza, quando na realidade trazem em si uma sede de ser feliz e fazer os outros se sentirem bem, mas não o fazem. tumblr_lz6m341shj1ql0msvo1_500Reparei que um “bom dia” seguido de um sorriso sincero é tão bem visto, como se fosse algo difícil de se ter, como se fosse de tal raridade que me deixou boquiaberta. Não vou negar que sempre imaginei o mundo de um modo diferente, pelo menos quando criança, sempre esperava que as pessoas recebessem bem umas às outras, mas olha só onde chegamos, nem mesmo eu sou 100% tolerante com todos o tempo todo, claro que não, ninguém é. Pratique o bom senso e perceba que muito de seu dia depende unicamente de uma pequena atitude que por mais mínima que seja, acredite, fará diferença, se não pra você, fará ao menos à alguém .

Karina Boldoro


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s