Minuto Psicologia: Consumismo compulsivo, como lidar?


Olá meus queridos, hoje quero falar com vocês sobre um mau que está presente na vida de muitos, incluindo a minha, o consumismo.

Mas, o que seria esse termo tão usado, mas pouco conhecido?

Consumismo compulsivo seria o consumo exagerado de bens que o ser humano não necessita para sobreviver…

Em outras palavras, ser consumista é o mesmo que consumir o que não precisamos (pelo menos é isso que dizem né, rs)


Os Delirios de Consumo de Becky BloomMas, como boa consumidora compulsiva preciso me defender, afinal quem nunca comprou algo que tinha a ciência de não precisar daquilo, mas se sentiu feliz só com o processo da compra e de ter aquele produto??? Se eu fosse leitora e estivesse lendo esse texto diria que passei por isso inúmeras vezes. Muitas das vezes esse consumismo é usado como válvula de escape para muitas pessoas que por passarem por situações estressantes, se sentem melhores quando compram algo.

Falando sério…

O consumismo compulsivo é considerada uma doença psicológica que leva o nome de Oneomania, que é basicamente, a doença que faz as pessoas comprarem itens deliberadamente sem devido controle de seus atos.

“O que estas pessoas têm em comum é uma vontade incontrolável de comprar; sem absoluto critério e consciência da sua verdadeira necessidade e condição financeira.” _ Minuto Psicologia

compras-compulsivas-6Sabemos que toda doença merece atenção e que por mais simples de se entender na teoria, na prática a situação muda um pouco de cenário. Como todo vício, este não é saudável, pois assim como todo vício tem poder destrutível  o consumismo compulsivo é capaz de destruir uma vida financeira e propiciar no não crescimento individual. Ele pode ser encarado como a forma que a pessoa que sofre encontra de se sentir melhor mediante alguma frustração, momento de stress, ansiedade ou até depressão. Por conta disso devemos dar uma certa atenção e analisarmos se nos enquadramos ou não.


Levando em consideração isso, realizando algumas buscas, achei interessante a análise feita pelo Minuto Psicologia que traz alguns sinais que identificam um consumista compulsivo.

Consumismo

  1. Quando está triste ou frustrado sempre busca comprar algo.
  2. Tem preocupação excessiva em comprar.
  3. Acaba sempre gastando mais dinheiro e mais tempo do que o planejado.
  4. Tem problemas familiares e desgaste em suas relações sociais por conta dos gastos excessivos.
  5. Tem dívidas que superam o valor que pode pagar.
  6. Sempre está procurando maneiras de conseguir dinheiro para cobrir o rombo da conta bancária.
  7. Compra itens desnecessários ou em quantidades exageradas.
  8. Sempre se arrepende logo após as compras e sente-se frustrado com isto.
  9. Toma empréstimo para cobrir os gastos.
  10. Mente, omite e esconde as compras excessivas e também as dívidas.

Se identificou com alguns destes pontos? Eu sim e por isso que estou redigindo este post. Não é muito difícil encontrar pessoas como eu ou como você que talvez se enquadre neste perfil, porém isso precisa ser freado, afinal todos sabem o quanto isso é prejudicial. Porém, como toda doença psicológica, essa também possui um tratamento.

Tratamento…

Encontrei para vocês em alguns sites, formas de se tratar, mas todos eles apontam para a psicoterapia, que é capaz de analisar a origem das compras exageradas em prol de satisfação psicológica, mas trouxe para vocês uma indicação de estudiosa da área de psicologia.

“A psicoterapia pode ter ótimos resultados. O psicologo poderá investigar qual o significado do ato de comprar e dos objetos que ela compra. Poderá também estudar seu histórico para identificar quais fatores a fizeram valorizar as compras como elemento de satisfação psicológica. Ele a ajudará a identificar novas fontes de prazer voltadas para a real necessidade emocional desta pessoa. Talvez esta pessoa precise aprender a ser mais assertiva e se colocar de forma afirmativa para que não se sinta em necessidade emocional – necessidade esta que possas tentar se suprida com compras inúteis.

Marisa de Abreu Alves Psicóloga


question-mark1Questões respondidas por estudiosos… (via Marisa Psicologa)

1- Até que ponto é somente uma “recompensa” por frustrações pessoais? E quando se torna realmente uma doença?

O limite que separa doença de comportamentos normal (ou seja,  uma mera extravagancia)  é o prejuízo que este comportamento causa na vida deste comprador compulsivo. Ou seja, assim que  iniciar danos em qualquer esfera, seja pessoal, social, financeiro, ou qualquer outra esfera estamos falando de doença.

2-É mais comum em mulheres? Caso positivo, por quê?

Sim, é mais comum em mulheres. As mulheres são “coletoras” desde a era das cavernas. Ela tem um papel social e até genético que a define como sendo a pessoa que busca elementos necessários para suprir a família e os trás para casa.  Até hoje, em nosso mundo moderno, a mulher é normalmente a responsável pela compra dos alimentos, das roupas das crianças e até acompanha o marido em sua compras pessoais. Talvez seja este papel que facilite, dando uma certa “autorização” para ir as compras.
A compulsão por comprar é quase um acaso, ou seja uma pessoa com tendência ao comportamento compulsivo poderia adquirir qualquer outra compulsão. Qual comportamento será compulsivo depende, também, da oportunidade e a mulher tem muito mais oportunidade para ir as compras.

3-Como uma pessoa acaba desenvolvendo essa doença? O que motiva seu surgimento?

Há um prazer inegável em adquirir bens. A sensação de estar “suprida”,  de agora possuir elementos que não deixarão a necessidade bater a porta é muito boa.
Este prazer pode ser usado também para suprir outras carências, seja afetivas ou emocionais de forma geral. Quando a repetição do comportamento se instala, inicia-se a compulsão.

Bom galera, espero que tenham curtido o post e que tenham agregado alguma informação, se tiveram alguma dica, experiência para compartilhar, vocês possuem os comentários e a página contato. Até a próxima!

Karina Boldoro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s