Aquele cliché que funciona: Auto avaliação rende mais que pensamos … vulgo desabafo


Aquele cliché que funciona- Auto avaliação rende mais que pensamos + vulgo desabafo.png

Preciso perder o costume de escrever somente quando minha cabeça dá um nó. É difícil as vezes compreender as confusões da mente. Vezes estamos bem, outras nem tanto e tem aquelas vezes que nos sentimos no chão. Normal? Até pode parecer, mas no entanto para mim isso tem sido comum acontecer. Não entendo, por exemplo, como e donde tiro capacidade de estragar momentos e climas que tendem a continuar bons, simplesmente pelo fato de sentir-me insegura. Talvez posso até arriscar em dizer que é inconsciente, pois se essas palavras existem, com certeza a consequência de meus atos, já veio à tona e atualmente sinto-me no chão. Porque não tem jeito. Ser humano é algo incrível. Só tende a encarar de frente a situação quando enfrenta momentos ruins e com isso começa a repensar a vida como ela é e como deveria ser. Para mim esse é um caminho meio torto para a mudança e melhoria pessoal, mas fazer o que? Se é nesse compasso que as coisas fluem.

Eu particularmente sou parte da massa que só aprende com aquele bendito “empurrãozinho” ou com o famoso “tapa na cara” que a vida geralmente nos oferece. Seja de um jeito ou de outro, eu sempre encontro um jeito de escapar da triste realidade que denomina-se: encarar seu próprio nariz. É bem difícil olhar a própria vida e suas atitudes. Porque por mais que saibamos que somos responsáveis por tudo que cultivamos, temos o habito de “esquecer” desse fato e acabar agindo de uma maneira vez em quando hipócrita. Triste reconhecer? Pois, é! Mas, acontece. Porém, como o diz o ditado “só não há jeito para a morte” e todo dia é dia de começar de novo e tentar ser alguém melhor para si mesmo e conseguinte para aqueles que querem seu bem.

Acredite, não há nada mais aliviante do que perceber e sentir a mudança trazendo frutos positivos. É gratificante enxergar sua rotina mudando e seus costumes sendo alterados em prol de seu bem estar. Faça isso! Avalie seu comportamento, peça feedback a familiares, amigos, colegas e conhecidos e tente com a porção de opiniões que você terá, agregar a seus dias costumes mais saudáveis tanto para sua saúde mental quanto para a física. E verá que é muito melhor prevenir do que remediar. 

Até a próxima! 

Beijos!

Karina Boldoro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s